História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Enfermagem Cirúrgica e Cuidados Intensivos


Área Científica: Ciência Veterinária
Ano: 2º
Semestre: 2
Créditos: 7 ECTS
Horas de contacto: T 30 - PL 30 - OT 20

Objectivos/Competências adquiridas:

No fim da unidade curricular o aluno deve ser capaz de:

  • Auxiliar nos tratamentos médico, sanitário, reprodutivo, cirúrgico e outros a determinar pelo Médico Veterinário.
  • Conhecer os instrumentos e material mínimo a utilizar nas cirurgias, sua esterilização e manipulação, auxiliando o Médico Veterinário na realização das mesmas.
  • Saber preparar o campo operatório, nas diferentes espécies, fazer suturas na pele e retirar os pontos.
  • Tratar as lesões da pele e colocar pensos, próteses fixas e outras.
  • Conhecer os princípios básicos de cuidados intensivos e urgências veterinárias.

Conteúdo da unidade curricular:

Assepsia. Cuidados pré-operatórios e preparação do campo. Manipulação de tecidos. Hemorragia e hemostasia. Reunião de tecidos. Inflamação, cicatrização e regeneração de tecidos. Traumatismos/ferimentos. Cuidados pós-operatórios do paciente cirúrgico. Vias de administração de fluidos e soluções mais utilizadas. Transfusão sanguínea. Pensos. Drenos. Introdução a técnicas de sutura. Sala de operações, material cirúrgico e de fixação. Urgências e cuidados intensivos. Suporte básico de vida e ressuscitação cardiopulmomar.

  1. Generalidades
    - Definições.
    - Terminologia cirúrgica.
    - Classificação quanto ao tipo de intervenção.
    - Designação das intervenções cirúrgicas.
    - Classificação das feridas: Limpa, contaminada-limpa, contaminada, suja.
  2. Assepsia
    - Introdução à assepsia.
    - Esterilização.
    - Antissepsia.
    - Desinfecção.
  3. Preparação do Material Cirúrgico da Equipa e do Paciente
    - Vias de contaminação.
    - Normas de conduta e funcionamento de uma sala de operações.
    - O ambiente e a limpeza da sala de operações.
    - Precauções para manter a esterilização.
  4. Cuidados Pré-operatórios e Preparação do Campo
    - Planificação e preparação do material cirúrgico.
  5. Manipulação de Tecidos
    - Técnicas de incisão.
    - Afastamento dos tecidos.
    - Dissecção.
    - Afastadores.
    - Pinçamento.
    - Hidratação.
    - Mortificação dos tecidos por traumatismo.
  6. Hemorragia e Hemostasia
    - Hemorragia.
    - Principais complicações das hemorragias.
    - Causas mais frequentes.
    - Tipos de hemorragia.
    - Reacção do organismo face à hemorragia.
    - Hemostasia.
  7. Processos de Reunião de Tecidos
    - Generalidades.
    - Finalidade.
    - Propriedades ideais de uma sutura.
    - Efeitos sobre a cicatrização.
    - Factores a ter em conta no uso clínico de materiais de sutura.
    - Instrumental de sutura.
  8. nflamação, Cicatrização e Regeneração de Tecidos
    - Inflamação.
    - Cicatrização e regeneração.
  9. Traumatismos/Ferimentos
    - Contusões (feridas fechadas).
    - Feridas abertas.
    - Avaliação do estado geral.
    - Avaliação da ferida.
    - Classificação das feridas abertas em função do estado de contaminação.
    - Tratamento da ferida.
    - Aplicação de pensos.
    - Antibioterapia, anti-inflamatórios, enzimas e profilaxia do tétano.
  10. Cuidados Pós-operatórios do Paciente Cirúrgico
    - Indicações.
    - Maneio nutricional do paciente cirúrgico.
    - Prevenção e tratamento da má absorção.
    - Nutrição parenteral total: Enteral, nasoesofágica, laringóstomia, gastróstomia.
    - Cálculo dos volumes, taxas de alimentação e complicações.
  11. Vias de Administração de Fluidos e Soluções mais Utilizadas
    - Introdução.
    - Sector hídrico.
    - Vias de administração.
    - Soluções mais utilizadas.
    - Controlo da fluidoterapia.
    - Anestesia/cirurgia e a fluidoterapia.
  12. Transfusão Sanguínea
    - Introdução.
    - Grupos sanguíneos.
    - Transfusão sanguínea.
    - Conservação e armazenamento.
    - Técnicas de administração.
    - Complicações nas transfusões sanguíneas.
    - Procedimentos face a reacções por transfusão.
  13. Pensos
    - Finalidade dos pensos.
    - Materiais utilizados nos pensos.
    - Tipos de pensos.
    - Vantagens e inconvenientes dos pensos.
  14. Drenos
    - Finalidade.
    - Indicações para seu uso.
    - Selecção e métodos de drenagem.
    - Cuidados a ter na aplicação de drenos.
    - Inconvenientes na aplicação de drenos.
    - Drenagens.
  15. Materiais de Fixação
    - Introdução aos materiais de fixação em fracturas: Materiais e técnicas básicas.
  16. Prevenção de Riscos Profissionais e Tratamento de Resíduos
  17. Urgências e Cuidados Intensivos
    - Triagem e avaliação do paciente.
    - Monitorização e fluidoterapia.
    - Analgesia e anestesia no paciente em urgência.
    - Técnicas de suplementação de oxigénio.
    - Cuidados de enfermagem em diferentes patologias.
    - Cuidados e nutrição no paciente hospitalizado.
    - Suporte básico de vida e ressuscitação cardiopulmonar.

Bibliografia recomendada:

Holman, G., Raffel, T., 2015. Surgical patient care for veterinary technicians and nurses. Wiley-Blackwell.
Tear, M., 2017. Small animal surgical nursing. 3rd edition, Mosby.
Goff, L., Mcgowan, C. (editors), 2016. Animal physiotherapy: Assessment, treatment and rehabilitation of animals. 2nd edition, John Wiley & Sons Inc, 376 pp.
Aspinall, V., Ackerman, N., 2016. Aspinall's complete textbook of veterinary nursing. 3rd edition, Elsevier Health Sciences.
Battaglia, A., Steele, A., 2015. Small animal emergency and critical care for veterinary technicians. 3rd edition, Saunders.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;