Eleição das Comissões de Curso da ESA – 2017

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Virologia e Cultura de Células Animais


Área Científica: Tecnologias Veterinárias
Ano: 2º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 T, 30 PL, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Aprender os conceitos básicos da taxonomia, estrutura e características dos vírus e genética viral. Aprender a patogenia das infecções virais e fazer o diagnóstico laboratorial de doenças virais. Adquirir os conhecimentos basilares das aplicações de células animais em cultura e seu interesse no diagnóstico médico. Vantagens e limitações da utilização de células animais em cultura. Saber fazer uma cultura de tecidos, obter hibridomas e ainda as técnicas de cultura especializadas. Prevenção de riscos profissionais e tratamento de resíduos.

Conteúdo da unidade curricular:

Estrutura e composição dos vírus. Classificação e nomenclatura dos vírus animais. Comportamento aos agentes físicos e químicos. Multiplicação vírica. Ciclo de replicação vírica: adsorção; penetração (fusão, endocitose, translocação); descapsidação; expressão do genoma vírico (transcrição: vírus ADN e vírus ARN, transdução); maturação (vírus icosaédricos e vírus com invólucro). Métodos de estudo dos vírus: técnicas físico-químicas. Cultura dos vírus: linhas celulares – métodos e meios de cultura (detecção da multiplicação em culturas celulares); ovos embrionados; animais de laboratório. Efeitos do desenvolvimento vírico sobre os diferentes substratos. Citopatogenia da infecção vírica. Interacções dos vírus com as células. Efeitos citopáticos de alguns vírus nas culturas celulares. Vírus oncogénicos. Purificação e quantificação dos vírus: titulação. Métodos de diagnóstico virológico. Interferência vírica. Características dos interferões: inibição da multiplicação vírica. Viróides. Virusóides. ARN satélite. Priões.
A cultura de células animais, os procedimentos de rotina em assépcia, técnicas de isolamento, purificação e indução celular. Cultura de células in vitro: Linhagens celulares, soro e factores de crescimento. Culturas primárias e linhas imortais; diferenças e semelhanças. Engenharia Genética de células animais: Clonagem e selecção de tipo de células específicas. Transferência de ácidos nucleicos em células animais. Vectores de expressão virais. Outros vectores de expressão. Estabelecimento de cultura de células: Imortalização por transfecção genética. Indução de diferenciação. Estabelecimento de linhas específicas: testiculares, hibridomas, gliomas, células de invertebrados. Autenticação de uma linha celular. Obtenção de hibridomas: Fusão celular. Agentes fusogénicos. Crescimento e selecção metabólica de células híbridas. Selecção imunológica de hibridomas: Técnicas de selecção: Western Blotting. Expansão, subclonagem e cultura de hibridomas. Criopreservação. Caracterização isotípica dos MAB. Especificidade. Técnicas de cultura especializadas: Sincronização. Medida de morte celular/apoptose. Time-lapse recording. Microscopia confocal. Citometria de fluxo.

Bibliografia recomendada:

FENNER, F., BACHMANN, P.A., GIBBS, E.P.J., MURPHY, F.A., STUDDENT, M.J. e WHITE, D.O., 1993. Veterinary virology. Academic Press, Inc. San Diego.
JUNQUEIRA. L.C., CARNEIRO, J., 2005. Basic histology, McGraw Hill, 11th Ed.
LODISH, H. et al., 2000. Molecular Cell Biology. Freeman, 4th Ed.
MARSHAK, D., GARDNER, R. e GOTTLIEB, D., 2001. Stem cell biology. Cold Spring Harbor Laboratory Press, Nova Iorque.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;