História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Bioquímica e Análises Clínicas


Área Científica: Tecnologias veterinárias
Ano: 2º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 T, 30 PL, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

  • Encarar a Bioquímica Clínica como um equilíbrio entre a Bioquímica Básica e a Química Analítica.
  • Compreender e aplicar as mais recentes metodologias usadas na monitorização da saúde e da doença.
  • Avaliar cada um dos métodos laboratoriais usados no que concerne à sua eficácia e a eventuais interferências a que possam estar sujeitos.
  • Escolher a amostra mais adequada para cada um dos analíticos avaliados em Bioquímica Clínica.
  • Identificar a importância clínica das várias biomoléculas doseadas em Bioquímica Clínica.
  • Adquirir capacidade de análise, síntese e integração dos conhecimentos.

Conteúdo da unidade curricular:

1. Principais situações clínicas que implicam necessidades de apoio analítico.
2. Tipos de material biológico a ser analisado e suas características fundamentais.
3. Introdução aos métodos instrumentais de análise: selecção dos métodos de acordo com o material a ser analisado; métodos espectroscópicos, electroforéticos, electroanalíticos, radio-imunológicos, imuno-enzimológicos, imunoelectroforéticos e cromatográficos.
4. Aplicação dos métodos de doseamento aos seguintes analitos: proteínas totais e proteínas plasmáticas individuais, compostos azotados não proteicos, hidratos de carbono e seus derivados, lípidos, electrólitos, indicadores do metabolismo ósseo mineral, enzi-mas, indicadores da função hepática, fármacos.
5. Exame sumário da urina.
6. Prevenção de riscos profissionais e tratamento de resíduos.

Bibliografia recomendada:

Tietz, 1998. “Fundamentos de Química Clínica”, Guanabara Ed., Rio de Janeiro, 4ª Edição.
Kaplan, 1996. “Clinical Chemistry- Theory, Analysis, Correlation”, Mosby Ed., Missouri, 3ª Edição.
Harris, 1996. “Quantitative chemical analysis”, Freeman and Company Ed., New York, 4ª Edição.
Bracht, 2003. “Métodos de Laboratório em Bioquímica”, Manole Ed., Barueri, Brasil, 1ª Edição.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;