Eleição do Terceiro Conselho Técnico-Científico da ESA

 

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
II Congresso Nacional das Escolas Superiores Agrárias
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Relações Hídricas e Irrigação em Ambiente Tropical


Área Científica: Engenharias e Técnicas Afins
Ano: 2º
Semestre: 1
Créditos: 5 ECTS
Horas de contacto: 25 T, 25 PL, 4 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Conhecer e aplicar os métodos para determinação das necessidades de água e das necessidades de rega das culturas.
Conhecer os métodos e sistemas de irrigação modernos e tradicionais e as metodologias para o dimensionamento e avaliação do desempenho.
Conhecer e utilizar as metodologias para programação da irrigação e gestão da água em condições ambientais específicas.
Conhecer e implementar as melhores práticas de conservação da água.

Conteúdo da unidade curricular:

Necessidades de água das culturas: conceitos; evapotranspiração, evapotranspiração de referência; evapotranspiração cultural, coeficientes culturais, medição e estimativa da evapotranspiração. Balanço hídrico do solo e necessidades de irrigação. Aplicação do balanço hídrico do solo para a determinação das necessidades de irrigação.
Métodos e sistemas de irrigação. Rega de superfície, rega por aspersão, rega por gotejamento; rega subterrânea. Noções básicas de hidráulica e dimensionamento de sistemas de irrigação. Análise do desempenho dos sistemas de irrigação: uniformidade e eficiência.
Gestão da irrigação: eficiência da irrigação; sustentabilidade dos sistemas de irrigação. Programação da irrigação: métodos; modelos de simulação. Programação da irrigação em condições de escassez de água: irrigação deficitária. Salinidade e gestão da irrigação.
Estratégias para a gestão e conservação da água em agricultura tropical. Eficiência do uso da água. Práticas culturais e conservação da água

Bibliografia recomendada:

Allen, RG., LS. Pereira; D. Raes, M. Smith, 1998. Crop evapotranspiration. Guidelines for computing crop water requirements. FAO Irrigation and Drainage Paper 56, Rome.
Bjornlund, H. (ed.) 2010. Incentives and instruments for sustainable irrigation. WITPress, London.
Bos, MG., Kselik RAL., Allen, RG., Molden, DJ. 2009. Water Requirements for irrigation and the environment. Springer.
Burton, MA., 2010. Irrigation management. Principles and practices. CAB International
Dasberg, S.; D. Or, 1999. Drip irrigation. Springer, Berlin
Lencastre, A., 1983. Hidráulica geral. Hidroprojecto, Lisboa
Keller, J., Bliesner, RD. 1990. Sprinkle and Trickle irrigation. Chapman & Hall, NewYork
Martin-Benito, JMT., 1995. El riego por aspersion y su tecnologia, Mundi Prensa, Madrid
Pereira, LS., 2004. Necessidades de água e métodos de rega, Europa-América, Lisboa
Pereira, L.S.; Cordery, I.; Iacovides, I. 2002. Coping with water scarcity. IHP-VI Technical Documents in Hydrology No. 58.UNESCO, Paris.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;