História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Curso de seleção e qualificação de provadores
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Estação Hidrométrica do Pontão do IPB
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Qualidade e Segurança Alimentar


Área Científica: Engenharias e Técnicas Afins
Ano: 1º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 T, 30 PL, 4 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Identificar os principais aspetos relacionados com a problemática da qualidade e segurança alimentar em modos de produção sustentável;
Conhecer os principais perigos associados a produtos de origem vegetal;
Implementar medidas preventivas e corretivas para garantir a inocuidade destes produtos;
Obter conhecimentos para a implementação de sistemas de gestão da qualidade e certificação de produtos em modo de produção sustentável;
Integrar os conhecimentos adquiridos na obtenção de produtos inócuos e sua rastreabilidade ao longo da fileira.

Conteúdo da unidade curricular:

Qualidade e Segurança Alimentar. Conceitos e definições. Principais problemas em produtos de origem vegetal.
Perigos biológicos, micotoxinas, antibióticos, pesticidas, fertilizantes, metais pesados e outros contaminantes. Limites máximos admissíveis. Códigos de boas práticas agrícolas. Medidas de higiene na produção primária, maneio, armazenamento e transporte de produtos de origem vegetal. Limpeza e higiene na produção, nos operadores, máquinas e instalações. Rastreabilidade. Certificação. Conceitos e definições, objetivos, vantagens e âmbito. Principais sistemas de certificação aplicados a produtos/indústrias agroalimentares (ISO 9001; ISO 14001; HACCP; SA 8000; ISO 22000; OHSAS 18001; FSC e PEFC).
Sistemas específicos respeitantes ao modo de produção: Agricultura biológica; Proteção e Produção Integradas;
Denominação de Origem Protegida, Indicação Geográfica Protegida, Especialidade Tradicional Garantida.
Referenciais privados de modo de produção; segurança alimentar, e produtos.

Bibliografia recomendada:

Agencia Española de Seguridad Alimentaria, 2004. Guía de la Trazabilidad, Espanha.
Asq Food, Drug, and Cosmetic Division, 2003. HACCP. Manual del Auditor de Calidad. 1ª Edición. Editorial Acribia, S.A., Zaragoza, España 294 pp.
d'Mello, J.P.F. (Ed.), 2003. Food Safety: Contaminants and Toxins. CABI Publishing, London, UK, 472 pp.
Ramos Pires, A. 2004. Qualidade – Sistemas de Gestão da Qualidade. 3ªedição. Edições Sílabo, Lisboa
Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA), (s.d). Rastreabilidade e Gestão de Incidentes na Indústria Agro-Alimentar.
Forsuthe, S.J., 2002. Higiene de los Alimentos. Microbiología y HACCP. Segunda Edición. Editorial Acribia, S.A., Zaragoza, España, 512 pp.
Normas NP, EN e ISO.
Sites: http://www. Icd.online.org. http://www.ipq.pt. http://europa.eu.int/; http://www.codexalimentarius.net/. http://www.iso.org.
Artigos publicados em: Food Control, Food Microbiology, Food Chemistry, Journal of Agricultural and Food Chemistry.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;