História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Curso de seleção e qualificação de provadores
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Estação Hidrométrica do Pontão do IPB
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Métodos e Técnicas de Investigação


Área Científica: Ciências Veterinárias
Ano: 1º
Semestre: 1
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 TP, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Saber organizar um ensaio com animais respeitando o princípio do bem-estar animal. Conhecer a legislação aplicável à experimentação animal e à manutenção de animais de laboratório. Saber planificar uma experiência tendo em vista a validade dos resultados, e reduzindo os custos e a afectação de meios. Conhecer as principais regras e métodos utilizados para o tratamento de dados experimentais. Conhecer as principais regras formais na redacção de um trabalho científico. Saber quais as principais fontes de financiamento de projectos científicos, e como concretizar uma candidatura. Competências a adquirir: Delinear, planificar e por em prática ensaios na área do conhecimento das ciências veterinárias, respeitando os pressupostos éticos e legais aplicáveis. Recolher e tratar os dados obtidos de forma a validar e interpretar os resultados obtidos. Estruturar e redigir um trabalho científico. Apresentar um projecto científico e solicitar financiamento.

Conteúdo da unidade curricular:

Aplicação da experimentação animal às ciências veterinárias. Considerações éticas em experimentação animal. Redução do sofrimento animal provocado pela experimentação: os três ‘R’ (Reduction, Refinement, Replacement). Enquadramento legal da experimentação animal. Biotérios (normas de funcionamento). Definição dos objectivos da experiência. Tipos de ensaios. Princípios do delineamento experimental (repetição, amostragem aleatória, controlo). Casualização e amostragem. Significância estatística. Tratamento estatístico de dados (estatística descritiva, análise univariada, análise multivariada). Algumas aplicações informáticas para o tratamento estatístico de dados. Publicação de resultados científicos. Suportes de publicação. Estrutura de um trabalho científico (trabalhos experimentais, casos clínicos, trabalhos de revisão, notas técnicas ou comunicações breves). Pesquisa bibliográfica. Financiamento de projectos de investigação/experimentação.

Bibliografia recomendada:

Morris, T.R., 1999. Experimental design and analysis in animal sciences. CABI Publishing, UK, 208 pp.
Manly, B.F.J., 2004. Multivariate statistical methods – a primer. 3rd edition, Chapman and Hall/CRC, 208 pp.
Legislação aplicável:
Directiva Comunitária 2010/63: Directiva do Parlamento Europeu e do Conselho relativa à protecção dos animais utilizados para fins científicos;
Portaria 1005/92: Portaria que aprova as normas técnicas de protecção dos animais utilizados para fins experimentais e outros fins científicos;
Decreto-Lei 129/92: Experimentação Animal;
Portaria nº 1005/92: Normas técnicas de protecção dos animais utilizados para fins experimentais e outros fins científicos;
Portaria nº 466/95: Alteração aos n.ºs 8º, 23º, 48º e 49º da Portaria nº 1005/92, de 23 de Outubro.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;