História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
XVIII Semana das Ciências Agrárias
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Estação Hidrométrica do Pontão do IPB
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Infeciologia Laboratorial


Área Científica: Ciências Veterinárias
Ano: 1º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 20 TP, 10 PL, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Dotar o aluno dos fundamentos de etiologia, epidemiologia e fisiopatogenia inerentes a uma boa interpretação e delineamento experimentais na infeciologia em laboratório. Atribuir competências para a eficaz e segura recolha, manipulação e processamento de material biológico à luz das exigências correntes de forma a garantir o cumprimento do código de boas práticas no laboratório. Habilitar o aluno dos instrumentos básicos de interpretação, tratamento e avaliação de resultados como valorização científica da recolha de dados. Instruir para as exigências em qualidade, quantidade, formato de colheita e pertinência da informação clínica para a garantia de uma adequada análise laboratorial e técnica de amostragem. Compreensão do comportamento bioquímico, biológico e fisiológico do agente etiológico como alicerce das técnicas laboratoriais. Capacitar o aluno para a gestão e qualidade em análises laboratoriais. Atribuir competências no manuseamento de sistemas automatizados de diagnóstico.

Conteúdo da unidade curricular:

Agentes infeciosos bacterianos: Conceitos essenciais da epidemiologia das doenças infeciosas de etiologia bacteriana. Estudo dos principais agentes etiológicos das infeções bacterianas. Identificação por métodos clássicos dos principias agentes patogénicos animais. Previsão laboratorial da eficácia terapêutica de antibióticos com interesse clínico. Identificação bacteriana: testes bioquímicos e análise estrutural. Noção de concentração mínima inibitória. Técnicas essenciais para cumprimento do “manual de boas práticas no laboratório”. Agentes infecciosos víricos: Conceitos essenciais da epidemiologia das doenças infecciosas de etiologia vírica. Estudo dos principais agentes etiológicos das infecções víricas. Diagnóstico laboratorial das infecções virais de maior relevância na medicina veterinária: pesquisa da partícula viral; pesquisa de componentes virais por detecção de antigénios virais e por detecção do genoma viral e pesquisa de anticorpos.

Bibliografia recomendada:

Brooks GF, Carroll KC, Butel JS, Morse SA. Medical Microbiology (2007). McGraw-Hill Medical. UK.
Koneman EM (2005). Color Atlas of Diagnostic Microbiology (6th Ed). Lippincott Williams & Wilkins. UK
Murphy FA, Gibbs EP, Horzinek MC, Studdert MJ eds (1999) Veterinary Virology 3rd ed. Academic Press, London. UK.
Pan American Sanitary Bureau, Regional Office of WHO. Zoonoses and Communicable Diseases Common to Man and Animals. 2001 (3rd ed). Scientific and Technical Publication no 580. Washington. USA.
Salman M.D. Animal disease surveillance and survey systems: methods and applications. 2003. Blackwell Publishing Company. Iowa. USA.
Thrusfield M. Veterinary Epidemiology (2005). (3rd ed). Blackwell Science Ltd. Cornwall. UK.
WHO. Zoonotic diseases : a guide to establishing collaboration between animal and human health sectors at the country level. 2008. WHO press. Geneva. Switzerland.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;