Processo de Eleição do Diretor da ESA

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Bioensaios de Produtos Naturais


Área Científica: Ciências da Vida
Ano: 2º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30T; 30P; 5OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Reconhecer a importância da bioactividade de produtos naturais.
Conhecer os mecanismos básicos da actividade antioxidante, anticancerígena, anti-inflamatória, antimicrobiana, antimalárica, analgésica e a nível cardiovascular.
Relacionar a actividade biológica com compostos bioactivos.
Distinguir procedimentos in vivo, in vitro e ex vivo de avaliação de bioactividade.
Aplicar técnicas in vitro de screening de avaliação da actividade biológica de produtos naturais.
Manipular células animais, incluindo células humanas tumorais.
Efectuar ensaios in vivo e ex vivo de experimentação animal para o desenvolvimento de fármacos a partir de produtos naturais.
Conhecer diferentes modelos de hipertensão utilizados em experimentação animal.
Determinar a pressão arterial em animais de experimentação e avaliar o efeito de produtos naturais na reactividade vascular.
Avaliar diferentes parâmetros que determinam o processo de remodelação cardiovascular.
Analisar e discutir os resultados experimentais.

Conteúdo da unidade curricular:

Do screening de actividade biológica de produtos naturais ao fármaco. Modelação molecular e previsão da bioactividade.
Actividade antioxidante, anticancerígena, anti-inflamatória, antimicrobiana, antimalárica, analgésica e anti-hipertensiva de matrizes e produtos naturais. Mecanismos básicos e compostos bioactivos relacionados. Compostos de origem vegetal usados no tratamento da doença de Alzheimer`s. Procedimentos in vivo, in vitro e ex vivo de avaliação de bioactividade.
Técnicas in vitro de screening de avaliação da actividade biológica. Cultura de células animais, incluindo linhas celulares humanas tumorais.
Ensaios in vivo e ex vivo envolvendo experimentação animal. Delineamento de protocolos experimentais para avaliação de produtos naturais com actividade no sistema cardiovascular.
Modelos experimentais de hipertensão no estudo de produtos naturais com actividade antihipertensiva. Modelos experimentais in vitro para o estudo da reactividade vascular. Remodelação cardiovascular.

Bibliografia recomendada:

Rahman A., Choudhary M.I., Thompson W. Bioassay Techniques for Drug Development. 2001. Harwood Academic Publishers.
Ganten D. Pharmacology of Antipertensive Therapeutics. Handbook of Experimental Pharmacology. 1990. Springer.
Kitchen V.I. Textbook of in vitro Practical Pharmacology. 1984. Blackwell Sci. Publ. Oxford.
Peng S., Zhao M. Pharmaceutical Bioassays: Methods and Applications. 2009. Wiley.
Vogel, Hans G. Drug Discovery and Evaluation: Pharmacological Assays. 2008. 3ª Ed. Springer.
William A. Pryor. Bio-Assays for Oxidative Stress Status. 2001. Elsevier.
Willow J.H. Liu. Traditional Herbal Medicine Research Methods: Identification, Analysis, Bioassay, and Pharmaceutical and Clinical Studies. 2011. Wiley.
Artigos:
J Pharmacol Toxicol Methods. 2000;44:361–373.
Indian J Pharmacol 2003; 35: 349-362
J Lab Clin Med 2005;146:160–173
Cur Med Chem 2009; 16: 1543-1560
Eur J Med Chem 2009; 44: 1952-1958
Anticancer Agents Med Chem 2010; 10: 424-436


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;