Eleição do Terceiro Conselho Técnico-Científico da ESA

 

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
II Congresso Nacional das Escolas Superiores Agrárias
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Tecnologia Farmacêutica Avançada


Área Científica: Ciências Farmacêuticas
Ano: 1º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30T; 30P, 5OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Identificar diferentes tipos de formas farmacêuticas.
Delinear e preparar correctamente formas farmacêuticas convencionais.
Delinear e preparar correctamente formulacões não convencionais.
Conhecer os principais sistemas de libertação controlada.
Compreender os procesos de libertação de fármacos a partir das novas formas farmacêuticas.
Entender os processos tecnológicos específicos de formulacões inovadoras.
Conhecer os novos sistemas terapêuticos para fármacos biotecnológicos.

Conteúdo da unidade curricular:

Conceitos. Tipos de formulações farmacêuticas. Formas farmacêuticas de administração oral. Formulações dermatológicas: semisólidas e líquidas. Liofilização.
Fundamento teórico. Etapas do processo. Excipientes. Equipamentos. Micropartículas e nanopartículas. Definição e classificação. Vantagens e limitações.
Componentes. Procedimentos de microencapsulação. Lipossomas e outras estruturas relacionadas. Definição e classificação. Vantagens e limitações.
Componentes. Métodos de preparação. Sistemas de libertação controlada. Definição e classificação. Tipos e vías de administração. Formulação de fármacos biotecnológicos. Problemática. Estratégias tecnológicas para a sua formulação. Possíveis vías de administração. Terapia génica. Sistemas portadores de ADN. Vantagens e inconvenientes.
Acondicionamento das formas farmacêuticas. Estabilidade de medicamentos. Ensaios de estabilidade acelerada. Normativa ICH.

Bibliografia recomendada:

- VILA JATO, 2001. “Tecnología Farmacéutica. Volumen I: Aspectos Fundamentales de los Sistemas Farmacéuticos y Operaciones Básicas. Editorial: Síntesis S. A. Madrid.
- VILA JATO, 2001. “Tecnología Farmacéutica. Volumen II: Formas Farmacéuticas. Editorial: Síntesis S. A. Madrid.
- AULTON M.E., 3ª Ed. 2007. The design and manufacture of medicines.Editorial: Elsevier Books, Oxford
- ALLEN L. V., POPOVICH N.G., ANSEL H.C., 2004. Pharmaceutical dosage forms and drug delivery systems (8ª edición). Editorial: Lippincott Williams and Wilkins. Baltimore.
Revistas
Advanced Drug Delivery Reviews. Editorial: Elsevier
Drug Delivery. Editorial: Taylor Francis
Journal of Controlled Delivery. Editorial: Elsevier


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;