História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Segurança e Rastreabilidade de Produtos de Origem Animal


Área Científica: Engenharia e Técnicas Afins
Ano: 2º
Semestre: 1
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 T, 13 PL, 15 TC, 2 S, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Facultar aos alunos conhecimentos que lhes permitam compreender a necessidade da aplicação de um sistema de rastreabilidade. Identificar um produto de origem animal e associá-lo ao sistema de produção (criador e sistema de maneio). Conhecer os sistemas específicos de rastreabilidade (carne, leite, produtos da pesca e de aquacultura, OGM, ovos e mel). Adquirir a capacidade de detectar a origem e de acompanhar um produto animal, um alimento para animais, um animal produtor de géneros alimentícios ou de uma substância destinados a ser incorporados em géneros alimentícios ou em alimentos para animais (ou com possibilidade de o ser), ao longo de todas as fases da produção, transformação e distribuição. Analisar os perigos e os pontos críticos de controlo (HACCP).

Conteúdo da unidade curricular:

Principais problemas de segurança em produtos de origem animal, desde a alimentação animal ao consumidor. Zoonoses, toxinfecções, contaminações alimentares e ambientais, antibióticos, hormonas, aditivos, pesticidas, radioactivos e outros contaminantes. Produção primária, medidas de higiene na produção primária, maneio, armazenamento e transporte de produtos de origem animal. Limpeza e higiene na produção primária, nos operadores, nas máquinas e nas instalações. Rastreabilidade em produtos de origem animal. Principais problemas associados, aspectos legais e analíticos. Limites máximos e mínimos admissíveis. Aplicação do auto-controlo à produção de alimentos de origem animal. Legislação nacional e europeia.

Bibliografia recomendada:

Apontamentos do Docente.
ADAMS, M. e NOUT, M.J.R., 2001. Fermentation and Food Safety. Springer, 400 pp.
AGENCIA ESPAÑOLA DE SEGURIDAD ALIMENTARIA, 2004. Guía de la Trazabilidad, Espanha.
ASQ FOOD, DRUG, AND COSMETIC DIVISION, 2003. HACCP. Manual del Auditor de Calidad. Primera Edición. Editorial Acribia, S.A., Zaragoza, España 294 pp.
BELITZ e GROSCH., 1999. Food Chemistry, 2ª edição, Springer Verlag, 992 pp.
D'MELLO, J.P.F. (Edi.), 2003. Food Safety: Contaminants and Toxins. CABI Publishing, London, UK, 472 pp.
FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS PORTUGUESAS AGRO-ALIMENTARES (FIPA), (s.d) Rastreabilidade e Gestão de Incidentes na Indústria Agro-Alimentar.
MULTON, J.L., 1999. Aditivos y Auxiliares de Fabricación en las Industrias Agroalimentarias. Segunda Edición. Editorial Acribia, S.A., Zaragoza, España 836 pp.
FORSYTHE, S.J., 2002. Higiene de los Alimentos. Microbiología y HACCP. Segunda Edición. Editorial Acribia, S.A., Zaragoza, España, 512 pp.
Artigos científicos e Legislação Online.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;