Eleição das Comissões de Curso da ESA – 2017

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Clima na Escola Superior Agrária de Bragança
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Gestão do Ambiente Urbano


Área Científica: Tecnologia de Protecção do Ambiente
Ano: 2º
Semestre: 1
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto:

Objectivos/Competências adquiridas:

  • Compreender a cidade como um sistema complexo e aberto;
  • Compreender o papel das cidades no domínio da sustentabilidade global;
  • Desenvolver metodologias para a definição e aplicação de indicadores de desenvolvimento urbano sustentável;
  • Compreender o problema dos transportes urbano, avaliando diferentes modelos e práticas que reduzam os seus impactes ambientais;
  • Desenvolver e aplicar, de modo integrado, estratégias, planos e modelos de gestão urbana sustentável;
  • Conhecer as principais políticas e orientações estratégicas Europeias e Portuguesas em matéria de ambiente urbano.

Conteúdo da unidade curricular:

Breve retrospectiva histórica da evolução das cidades – As cidades na história e a sua relação com o ambiente. A visão sistémica no estudo da cidade – O conceito de cidade. As funções urbanas. A visão sistémica no estudo da cidade e da sua relação com o ambiente. Variáveis fundamentais na qualidade do ambiente urbano – A água e o ciclo hidrológico. A matéria, resíduos e os ciclos de materiais. As emissões, o clima e os processos atmosféricos. O solo e a gestão do espaço urbano. A fauna e a flora. Instrumentos de planeamento e gestão do ambiente urbano – Os instrumentos de Gestão Territorial de âmbito urbano – os Planos Municipais de Ordenamento do Território. As Agendas 21 Locais – Metodologia e prática. Indicadores ambientais nas cidades: qualidade do ar, uso do solo, ruído e resíduos. Aplicação de Sistemas de Gestão Ambiental. Pegada ecológica. Questões de importância vital – Os transportes e a mobilidade. A construção Sustentável. A gestão dos espaços verdes. Gestão de resíduos e efluentes. A regeneração urbana. Políticas e estratégias de sustentabilidade do ambiente urbano em Portugal

Bibliografia recomendada:

Beaujeu-Garnier, J. (1997). Geografia Urbana. Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
Bettini, V. (Ed.) (1998). Elementos de Ecologia Urbana. Série médio ambiente. Editorial Trotta.
Ciuffini, F.M. (1995) The Sustainable City – Part III – Transport and Public Spaces: The Connective Tissue of the Sustainable City, European Foundation for the Improvement of Living and Working Conditions.
Lobo, M. C., et al., Normas Urbanísticas – Volumes I a III, Direcção-geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbanístico, Universidade Técnica de Lisboa.
Fariña-Tojo, J. (2001). La Ciudad y el Médio Natural. AKAL Ediciones.
Goitia, F. C. (2003) Breve História do Urbanismo, Editora Presença.
Grupo de Peritos Sobre ambiente Urbano (1996) Cidades Europeias Sustentáveis, Direcção Geral de Ambiente, Segurança Nuclear e Protecção Civil, Comissão Europeia.
Hough, M. (1995). Naturaleza y Ciudad – Planificación Urbana y Processos Ecológicos. Editorial Gustavo Gili.
Mirales-Guach, C. (2002). Ciudad y Transporte – El Binómio Imperfecto. Editoral Ariel Geográfica.
MOPU (1989). Naturaleza en las Ciudades. Monografias de la Dirección General de Medio Ambiente.
Olgyay, V (1998). Arquitectura y Clima. Manual de Diseño Bioclimático para Arquitectos y Urbanistas Editorial Gustavo Gili.
Salvador-Palomo, P. J. (2003). La Planificación Verde en las Ciudades. Editorial Gustavo Gili.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;