Processo de Eleição do Diretor da ESA

 

História, localização e infra-estruturas.

Os serviços e as pessoas.

Organização, departamentos e centros de recursos.

CET, Licenciaturas e Mestrados.

Programas e projectos de investigação.

Apoio e transferência de conhecimento.

A atmosfera, as instalações, as pessoas.

Acontece na ESA.

 

Blogue Notícias ESA
IPB.Virtual - plataforma de e-learning e de e-research
Portal Candidato IPB
Ligações B-ON - Biblioteca do Conhecimento OnlinePlataforma DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e TecnologiaCampus Virtual IPB

Fruticultura


Área Científica: Produção Agrícola e Animal
Ano: 3º
Semestre: 2
Créditos: 6 ECTS
Horas de contacto: 30 T, 14 PL, 14 TC, 2 S, 20 OT

Objectivos/Competências adquiridas:

Perceber a importância económica e social da fruticultura no mundo e em Portugal. Conhecer as exigências agro-climáticas de cada uma das espécies e cultivares. Saber as técnicas de multiplicação utilizadas em cada uma das espécies, bem como conhecer as características dos porta-enxertos e comportamento face à cultivar e ao meio. Conhecer as características das principais cultivares. Compreender os aspectos especiais a atender na instalação dum pomar e ser capaz de planear a sua instalação. Conhecer as formas de condução e saber conduzir um pomar. Conhecer a resposta das diferentes espécies à poda, de acordo com o tipo de solo, porta-enxerto e sistema de condução. Compreender as necessidades do pomar em termos de nutrição e água. Perceber qual a influencia do sistema de manutenção do solo na qualidade, produtividade e sanidade da cultura. Ser capaz de determinar a data de colheita. Conhecer as necessidades específicas de acondicionamento e transporte, os métodos de conservação e aptidão da espécie e cultivar à conservação, bem como as formas de evitar qualitativas e quantitativas.

Conteúdo da unidade curricular:

Estudo pormenorizado de pomóideas (macieira e pereira), prunóideas (pessegueiro, cerejeira) e actinídea: Importância económica e social da fruticultura no mundo e em Portugal. Trocas comerciais e principais obstáculos à comercialização. Características gerais e ciclo vegetativo das principais espécies (pomóideas e prunóideas). Exigências agro-climáticas. O melhoramento vegetativo e os processos de multiplicação da espécie. Multiplicação seminal. Multiplicação vegetativa. Novas técnicos de multiplicação. Vantagens da propagação clonal. Porta-enxertos utilizados na cultura. Características dos porta enxertos e comportamento face à cultivar e ao meio. Características das principais cultivares. Instalação dos pomares. Preparação do terreno compassos e traçados. Fertilização de fundo e outras correcções. A plantação. Aspectos especiais a atender na instalação da cultura. Técnicas culturais. Formas de condução. Principais sistemas de condução. Poda de formação e de frutificação. Outro tipo de poda. Fertilização química e orgânica. Necessidade de fertilizantes. Resposta da cultura à fertilização. Sistemas de rega. Vantagens e desvantagens. Necessidades de rega e resposta da cultura à rega. Manutenção da superfície do solo. Influencia do sistema de manutenção na qualidade, produtividade e sanidade da cultura. Determinação da data da colheita. Sistemas e técnicas de colheita. Transporte pós colheita, normalização e outros tratamentos. Métodos de conservação e aptidão da espécie e cultivar à conservação. Perdas qualitativas e quantitativas na conservação e formas de as evitar.

Bibliografia recomendada:

Baldassari, T. 1975. La nuova palmeta. Edagricole. Bolonha.119 pp
Bretaudeav, J. 1975. Atlas d´Arboriculture frutière, Vol I J. B. Bail Ed., Paris 245 pp.
Bretaudeav, J. 1990. Atlas d´Árboriculture frutière, Vol IV, J. B. Bail Ed. Paris 263 pp.
Cuttili,G; Di Martino , E.; Gindice,V.; Pnnisi,L.; Russo, T.; Scuderia, A. & Spina, P. 1985. Trattato di Agrimicoltura. Edagricole. 542 pp.
Fernandez, R. E. 1988. Planification y diseño de plantaciones frutales. Mundi. 205 pp.
Ferreira, J. T. 1994. Varidades de Macieira. Instituto Nac.de Investigação Agrária. 144 pp.
Grisvard, P. 1989. La poda de los Arbres Frutales-Peral, Manzano. Mundi-Prensa. 127 PP.
Hilaire,C. & Giauque, P., 1994. Pêche. Les variétés & leur conduite.CTIFL. 307 pp.
Lespinasse, J. M. 1977. La conduite do Pommier. Types de frutification. Incidence sur la conduite de l´arbre. Inra. 79 pp.
Lichou, J.; Edin, M.; Tronel, C. & Saunier, R. 1990. Le cerisier. CTIFL. 361 pp.
Masseron, A. & Trollot, M. 1991. Le poirier. CTIFL. 217 pp.
Velard, F. G. A. 1989. Tratado de Arboricultura Frutal, VoI I. Mundi-Prensa. 103 pp.
Velard, F. G. A. 1989. Tratado de Arboricultura Frutal, VoI I. Mundi-Prensa. 134 pp.
Velard, F. G. A. 1989. Tratado de Arboricultura Frutal, VoI II. Mundi-Prensa. 236 pp.
Velard, F. G. A. 1989. Tratado de Arboricultura Frutal, Vol IV. Mundi-Prensa. 107 pp.


T = teóricas; TP = teórico-práticas; PL = ensino prático e laboratorial; TC = trabalho de campo; S = seminário; E = estágio; OT = orientação tutória;