Notícias ESA

Blogue de notícias da Escola Superior Agrária de Bragança

Etiqueta: plantas aromáticas

Workshop Dermofarmácia 2014

Dermofarmacia 2014

Inscrições e mais informação em esa.ipb.pt/eventos/dermofarmacia2014

Centro de Investigação da Montanha distinguido em cooperação internacional

Centro de Investigação da Montanha distinguido em cooperação internacional O Instituto Politécnico de Bragança (investigadores do Centro de Investigação de Montanha Isabel C.F.R. Ferreira e Amílcar António) foi distinguido na Gala Viva frutas e Legume na área da Cooperação Internacional pelos projectos de I&D e Inovação na área da descontaminação de plantas aromáticas, desenvolvidos em consórcio com outras entidades nacionais, europeias e do Brasil.
A cerimónia teve lugar no passado dia 14 de Novembro no Centro Cultural e Congressos das Caldas da Rainha onde foram atribuídos prémios de distinção e reconhecimento público a entidades ou pessoas que se destacaram nas seguintes áreas: Produto Inovação; Cooperação Internacional; Inovação Organizacional; Desenvolvimento Sustentável e Inovação Jovem Empreendedor. Os prémios foram atribuídos pelo Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (COTHN).

Relativamente ao trabalho do IPB numa primeira fase está a ser avaliado o impacto do processamento pós-colheita por irradiação nas características físico-químicas e microbiológicas de plantas aromáticas com relevância para o mercado, numa iniciativa de inovação apoiada pelo ProDer – Programa de Desenvolvimento Regional – em cooperação com duas entidades de I&D nacionais e duas empresas do sector.

Numa segunda fase será validado o processamento de descontaminação com vapor de plantas aromáticas, numa iniciativa Eureka de cooperação internacional que é liderada em Portugal pelo Instituto Politécnico de Bragança, envolvendo a participação de cinco instituições de I&D, de cinco países (Portugal, Roménia, Sérvia, Espanha, Alemanha), que tem ainda o interesse e a participação de nove empresas destes cinco países.

O prémio, no valor de 900 EURO, será entregue a uma IPSS de Bragança.

em CiênciaHoje

IPB vê aprovado projecto inovador na área das plantas aromáticas

O Instituto Politécnico de Bragança recebeu luz verde para avançar com um projecto inovador, que apresentou ao programa Eureka, na área das plantas aromáticas.

O anúncio foi feito pelo presidente do Euroagri – Plataforma de apoio a projectos internacionais no sector Agro-Alimentar, durante um mini-worshop sobre este tema, organizado pelo IPB e que decorreu no Nerba, inserido no programa da Norcaça, Norpesca e Norcastanha.
O projecto integrou assim a “green list” da rede Eureka e será aprovado esta semana em Zurique, na Suiça.

O presidente do Euroagri, João Silva, considera que esta distinção constitui uma “muito boa base internacional para mostrar a capacidade de liderança e gestão e sobretudo competências em ID, numa determinada área tecnológica”.

Isabel Ferreira, professora coordenadora do IPB, que integra a equipa do projecto, explica em que consiste esta ideia inovadora. “Tem a ver com técnicas alternativas e inovadoras de conservação e desinfestação de especiarias e plantas aromáticas que vão passar pela radiação ou o vapor, entre outras, com vista a garantir a conservação e a circulação das plantas aromáticas com qualidade e segurança alimentar”, revela a docente.
No mini – workshop foi ainda apresentado o Euroagri, que este ano está a ser presidido por Portugal e que se insere no âmbito do Eureka. O vice-presidente do IPB, Orlando Rodrigues, acredita que esta é altura ideal para apresentar projectos inovadores, candidatando-os a apoios comunitários.O projecto inovador do IPB na área das plantas aromáticas conta já com o apoio de universidades e empresas de Espanha, Alemanha, Sérvia e Roménia.

em Rádio Brigantia

Descontaminação e conservação de plantas aromáticas e medicinais por irradiação

VidaRural_Setembro_2014_PlantasAromaticas_Page_1 VidaRural_Setembro_2014_PlantasAromaticas_Page_2

VidaRural_Setembro_2014_PlantasAromaticas
em Vida Rural

O cultivo de plantas aromáticas e medicinais é uma área que precisa de mais investidores. Esta foi uma das ideias defendidas num Workshop sobre o tema que decorreu ontem na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Bragança.

O docente desta escola, Manuel Ângelo Rodrigues, não tem dúvidas de que o sector está em forte crescimento e tem potencialidades para criar empregos na região transmontana. “Enquanto que outras actividades com interesse na região como é por exemplo o castanheiro, a oliveira e outras do género são pouco intensivas no uso da mão de obra e são enquadráveis com fenómenos de ‘agricultura de fim-de-semana’, para pessoas que têm outra actividade, no caso das aromáticas é uma actividade a tempo inteiro, logo é muito interessante para jovens agricultores que queiram abraçar esta área”, salienta.

A exportação é a grande saída das plantas aromáticas e medicinais. O professor garante que ainda há espaço no mercado internacional para mais produtores que devem apostar na competitividade.

Tiago Relhas é produtor deste tipo plantas em Alfândega da Fé desde 2012. Começou a produção com 3,5 hectares de plantas aromáticas e medicinais, tendo aumentado este ano para 6 hectares. O produtor afirma que a oferta ainda não é suficiente para a procura, sobretudo por parte da Espanha, França e Alemanha, e considera que é necessário apostar mais investigação nesta área. “Tem elevadas potencialidades de crescimento. Nesse sentido é essencial que haja mais investigação para que os agricultores saibam com maior profundidade as potencialidades que esta área tem na região”, afirma.

No Workshop de Plantas Aromáticas e Medicinais foi ainda apresentado o Programa “PRODER 4.1, Cooperação para a Inovação”, que apoia projectos de novas empresas que tenham uma parceria com o sistema científico nacional, contando, neste caso com o apoio da Escola Superior Agrária de Bragança.

em Rádio Brigantia

Plantas aromáticas e medicinais: um setor em mudança

Cartaz Plantas Aromáticas e Medicinais

Cartaz Plantas Aromáticas e Medicinais
Continue reading

Plantas Aromáticas e Medicinais

© 2020 Notícias ESA

Theme by Anders NorenUp ↑