Notícias ESA

Blogue de notícias da Escola Superior Agrária de Bragança

Tag: emprego (page 1 of 2)

Como conseguir emprego em 30 dias

Em parceria com o Instituto Politécnico de Bragança (IPB), Escola Superior Agrária (ESA), a Associação Académica do IPB e Associação de Estudantes da ESA, Pedro Silva-Santos, autor do livro “Como conseguir emprego em 30 dias “, apresentará pela 2ª vez, o workshop “Como conseguir emprego em 30 dias”.

O workshop pretende ser um impulsionador da procura ativa de emprego e a edição de 2017 contará também com a apresentação do livro “Como conseguir emprego em 30 dias” e ainda como uma sessão de autógrafos no final do evento.
A iniciativa com duração de 3 horas, irá realizar-se no dia 17 de maio e terá início às 14h30, no auditório Dionísio Gonçalves, na Escola Superior Agrária do IPB.
Com o objetivo de transmitir ferramentas e estratégias que todos devem ter conhecimento quando procuram emprego, Pedro Silva-Santos, orador deste workshop, partilhará várias dicas para contornar as dificuldades na procura de emprego, com partilha de histórias pessoais como por exemplo: como criar relações com empresas, organizar e sistematizar contactos, saber preparar uma entrevista, entre outras dicas.
No contexto atual, com a crescente competitividade, é fundamental que jovens saibam como comunicar o seu valor, o seu potencial e de que forma devem desenvolver as suas capacidades de comunicação. Saber utilizar e gerir as plataformas digitais e redes socias, torna-se hoje em dia, também uma condição essencial para quem quer se destacar no mundo profissional. É neste sentido, que Pedro Silva-Santos, com uma personalidade extrovertida e cativante, promete agitar a audiência com várias técnicas de marketing pessoal, de criação e manutenção de redes de contactos, e de aumento da autoconfiança pessoal e profissional.
Em 2015, a anterior edição foi um sucesso, tendo estado presentes na Escola Superior Agrária do IPB, cerca de 320 pessoas de várias idades e áreas profissionais, tendo sido os estudantes universitários, o público que mais participou. Com o sucesso do anterior evento, o IPB em parceria com Pedro Silva-Santos, pretender dar aos jovens universitários e a toda a comunidade desempregada de Bragança, uma nova oportunidade de adquirir conhecimentos e estratégias que possam ser úteis na entrada ou reinserção no mercado de trabalho.
Pedro Silva-Santos é atualmente Diretor Executivo da NOCTULA – Consultores em Ambiente e fundador das marcas NOCTULA Channel, NOCTULA jobs (plataforma de leilão de serviços), da NOCTULA store (loja online de venda de ficheiros editáveis na área do emprego), da marca Emprego 30 dias e ainda da marca emWord (plataforma online de venda de ficheiros editáveis em word).

Informação Adicional
O workshop “Como conseguir emprego em 30 dias” terá entrada livre, mas a inscrição é obrigatória através da página: goo.gl/eDCUay
Realizar-se-á no Auditório Professor Dionísio Gonçalves da ESA, dia 17 de maio, das 14h30 às 17h30.
Livro “Como conseguir emprego em 30 dias” – Manual para auxiliar quem está à procura de emprego. Está estruturado de forma a que o leitor possa trabalhar num único tema por dia, num desafio de 30 dias.
Estará disponível durante o evento, para todos aqueles que quiserem adquirir este manual para se ser bem-sucedido na procura de emprego.

https://www.facebook.com/events/414774322197065/

http://emprego30dias.com/events/braganca-ipb/

Contactos
Estela Fernandes, Administrativa e Assessora de Imprensa da NOCTULA
Tlf.: 232 436 000 E-mail: estela@noctula.pt
Ana Maria Antão Geraldes, ESA-IPB
Tlf.: 273 303 217 E-mail: geraldes@ipb.pt
Felícia Fonseca, ESA-IPB
Tlf.: 273 303 253 E-mail: ffonseca@ipb.pt

Job Party

Job Party

O Gabinete de Empreendedorismo e Empregabilidade do IPB realiza, na próxima quinta, dia 16 de março, às 14h30m, no auditório Dionísio Gonçalves, um workshop que pretende contribuir para a melhor preparação e integração dos alunos no mercado de trabalho. Trata-se de uma ótima oportunidade para saber mais sobre o que as empresas esperam dos candidatos a ofertas de trabalho.

Programa:

14h30 – Recepção/ Boas Vindas e entrega do Kit Participante

14h45 – Kit Europass – Vem fazer um CV imbatível e Prepara-te para uma entrevista de emprego.

Orador: Dr.ª Catarina Oliveira – EUROPASS

15h30 – Intervalo

15h45 – Workshop Softskills – Treina as 5 competências mais valorizadas pelo Mercado de Trabalho

Orador: Dr.ª Cristina Carita – Forum Estudante

16h30 – Sistemas de Incentivo ao Emprego

Orador: Dr. José Fidalgo – IEFP

17h00 Encerramento

Entrada livre mediante inscrição.
Inscrições aqui: https://goo.gl/forms/B3we5gIEwvHxLsUR2

Mais se informa que, por indicação da Direção da ESA-IPB, as faltas serão justificadas mediante a entrega do certificado de participação ao docente da UC.

Vitaminas para o Emprego

vitaminas
O Instituto Politécnico de Bragança, no âmbito da sua participação no Consórcio Maior Empregabilidade, recebe no dia 3 de março, o evento “Vitaminas para o Emprego”, destinados a alunos e ex-alunos do IPB.
“Vitaminas para o Emprego” é um seminário de um dia dirigido a jovens estudantes, sobre as competências que os empregadores esperam encontrar nos jovens diplomados com conteúdos e dinâmicas teórico-práticas centrados 100% no essencial para conseguir ter sucesso na vida profissional.

A participação é gratuita.

Local:
ESTiG – Auditório Alcínio Miguel, 2 sessões (sessão manhã: 8h40m-12h50m; sessão tarde: 14h10m-18h20m)

Inscreve-te já! Os lugares são limitados.

Inscrição no Vitaminas para o Emprego: http://goo.gl/forms/MLB7DcErOj

Icnesa

Workshop: “Como conseguir emprego em 30 dias“

10987731_422888301220574_1220573892555294749_n

NOCTULA Channel, Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária e Associação Académica do Instituto Politécnico de Bragança promovem o workshop “Como conseguir emprego em 30 dias“

Este Evento pretende ser um impulsionador da procura ativa de emprego, dando apoio e partilhando experiências para facilitar essa tarefa.
O portal NOCTULA Channel realiza, em parceria com o Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior Agrária e Associação Académica do Instituto Politécnico de Bragança um workshop sobre o tema “Como conseguir emprego em 30 dias“, dia 18 de março, na cidade de Bragança.
Tendo em conta a taxa de desemprego em Portugal e a dificuldade com que muitos recém-licenciados se deparam para encontrar emprego, é fundamental dar apoio e partilhar experiências para facilitar essa tarefa. Por essa razão, o portal NOCTULA Channel decidiu desenvolver este workshop.

O evento tem como objetivo ensinar os “truques” que todos devem saber quando procuram emprego.
O orador do evento será Pedro Silva-Santos, que, com uma personalidade extrovertida e cativante, promete agitar a audiência com várias técnicas de marketing pessoal, de criação e manutenção de redes de contactos, e de aumento da autoconfiança pessoal e profissional.
“Nunca peças autorização para fazer seja o que for! Pede desculpa e corrige a situação caso alguma coisa corra mal“, defende Pedro Silva-Santos.
Pedro Silva-Santos é atualmente Diretor Executivo da NOCTULA – Consultores em Ambiente e fundador das marcas NOCTULA Channel, inNOCTULA (software de gestão e monitorização) e NOCTULA jobs (plataforma de leilão de serviços).

O Instituto Politécnico de Bragança e as suas escolas, proporcionam formação superior, estando também vocacionados para a investigação e prestação de serviços à comunidade. Desde a sua criação, tem adotado um caminho de crescente afirmação, pelo rigor e qualidade.

O workshop “Como conseguir emprego em 30 dias” terá entrada livre mas inscrição obrigatória, e realizar-se-á no Auditório Professor Dionísio Gonçalves da ESA-IPB, dia 18 de março, das 14h30 às 17h30. As inscrições deverão ser efetuadas através da página: http://goo.gl/qk4K7U.

Contactos:
Sofia Marques Correia, Responsável de Comunicação do NOCTULA Channel
Tlf.: 232 436 000 E-mail: sofia.correia@noctula.pt
Ana Maria Antão Geraldes, ESA-IPB
Tlf.: 273 303 217 E-mail: geraldes@ipb.pt
Felícia Fonseca, ESA-IPB
Tlf.: 273 303 253 E-mail: ffonseca@ipb.pt

Jovens investem no agroalimentar e criam o próprio emprego

Jovens investem no agroalimentar e criam o próprio emprego

O agroalimentar está a revelar-se um setor de atracão para jovens que se lançam no mundo dos negócios, aproveitando recursos locais, como as ervas aromáticas, sabonetes artesanais, uma destilaria, produção assistida e clonagem de plantas ou produção de azeite.
Estes são apenas alguns dos bons exemplos que já estão no terreno e a trabalhar. Trata-se de um setor que está a despertar o interesse dos jovens “o que se vê pela quantidade de iniciativas que estamos a acompanhar”, referiu José Adriano, responsável pelo Gabinete de Empreendedorismo do Instituto Politécnico de Bragança.
O Gabinete do Empreendedorismo, criado há 5 anos, está a acompanhar 34 projetos, dos quais cerca de uma dezena são de agroalimentar, mas dispõe de outros ainda em carteira nas área do mel, azeite e hortaliças, todos à espera de fundos do próximo Quadro Comunitário de Apoio.
As já criadas implicaram mais de 1,9 milhões de euros e permitiram a ocupação de 79 pessoas, a maioria jovens licenciados que criaram o próprio emprego.
Entre as novas empresas contam-se a Terra Ger, foi financiada por uma ILE na área da gestão agrícola. Os licores Alma Penada, a Touchflours, produção agrícola e transformação de plantas aromáticas,
associada à Pragmática Aromas, que tarta da comercialização; ou a Ruralnet comercialização de produtos agroalimentares, bem como a Olivadouro – produção agrícola de azeite.
“Muitas delas são de alunos do IPB. Por exemplo para a Deifil, conseguiu-se um PRODER no valor de cerca 150 mil euros”, explicou José Adriano.

em Jornal Nordeste

job party – missão 1º emprego

flyer Job Party 2014 braganca

Job Party 2014 bragança

Faltam licenciados em Ciências Florestais

A falta de informação pode estar a afastar os jovens dos cursos de Ciências Florestais, lamenta o presidente do IPB, Sobrinho Teixeira, que defende que se trata de uma área onde existe emprego. “Há várias autarquias que têm concursos abertos para técnicos superiores, mas os lugares não estão preenchidos porque não há pessoas para os ocupar”, afirmou. “Há lugares em aberto há mais de um ano. Só em Trás-os-Montes há vários lugares por preencher nessa área”, acrescentou o presidente do IPB.
O número de alunos a qualificar- se é baixo. No ano passado na Escola Agrária de Bragança apenas terminou o curso um estudante e este ano são quatro os que vão concluir a formação. “Com a renovação dos quadros, com a necessidade de as autarquias implementarem os processos de estratégia florestal a nível concelhio, o número de licenciados disponíveis é baixo, mas o número de lugares aumentou”, referiu.
A informação não está a ser divulgada da forma correta, além de que ainda existe algum preconceito relativamente a estes cursos. “Sempre foi visto como um setor menos nobre em termos de qualificação. Uma visão errada. Grande parte da recuperação do país está a ser feita na agricultura. O rendimento que o país consegue com a floresta é enorme, o valor dessas exportações dá para pagar o que o país tem de pagar em importações alimentares”, explicou.

em ‘Mensageiro de Bragança‘.

Cursos de Agronomia ainda garantem emprego

Director da Escola Agrária do Politécnico de Bragança alerta para o perigo de extinção do engenheiro florestal debatem Portugal. E que não há candidatos.

Albino Bento corta a direito: “Os cursos de Agronomia são dos que mais emprego garantem em Portugal e, mesmo assim, muitas vagas ficam por preencher”

Na Conferência de Macedo de Cavaleiros (parceria CM, JdN e BPI), o diretor da Escola Agrária do Instituto Politécnico de Bragança alertou mesmo para a possibilidade de “extinção” a curto prazo, do engenheiro florestal no nosso país.

“A Engenharia Florestal”, que no meu entendimento é uma área estratégica para o nosso país, não tem procura. O curso existe em cinco escolas e, ao todo, não tem mais de quinze alunos“, afirmou o professor.

Neste debate, Francisco Pavão, da Comissão Vitivinícola de Trás-os-Montes, deu conta do bom andamento na revitalização da vinha, sublinhando que a região já produz três milhões de litros de vinho certificado.

“Durante muitos anos verificou-se um enorme abandono da vinha, pelo que ainda temos muito caminho a trilhar na reconversão”, afirmou Francisco Pavão, mostrando-se confiante no sucesso cada vez maior dos vinhos da região.

Fernando Moreno, presidente da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros, lembrou que é “necessário continuar a apoiar todos aqueles que queiram apostar na terra como forma de vida, uma vez que o que existe é, no essencial, agricultura de subsistência”

“Somos um concelho rural, mas os censos de 2011 dão conta de apenas 14 por cento de agricultores”, exemplificou o autarca.

Miguel Ribeiro, do banco BPI, disse que “o que tem acontecido na agricultura portuguesa é uma revolução, tanto ao nível do crescimento como da criação de emprego”. Para o gestor, os homens da terra “são um exemplo”.

PRORURIS APOIOU CEM AGRICULTORES
A Proruris, empresa municipal de Vinhais, dedicada ao desenvolvimento rural, foi criada há seis anos e ajudou a instalar mais de cem jovens agricultores. Além disso, dá apoio a cerca de 1200 agricultores da região.

MACEDO TORNA-SE CAPITAL DO MEL
Com uma produção a rondar as cem toneladas de mel por ano, o concelho de Macedo de Cavaleiros quer afirmar-se como “capital nacional da apicultura”. A revelação foi feita pelo presidente da câmara.

PORMENORES PEQUENA AGRICULTURA
Carlos Silva, presidente da Proruris, defende que “é um erro negligenciar a pequena agricultura”, assegurando que “ela garante os fornecimentes à agroindústria”.

SEIS MILHÕES DE LITROS
Os quatro mil viticultores de Trás-os-Montes produzem seis milhões de litros de vinho por ano, mas só metade (três milhões de litros) é certificado.

NOVAS PLANTAÇÕES
A região de Trás-os-Montes já atingiu os 65 engarrafadores, num crescimento que acompanha os 600 hectares de novas plantações.

BAIXAS EXPORTAÇÕES
Apesar do crescimento registado (a região já tem mais de dez mil hectares de vinha), as exportações ainda no ultrapassam os cinco por cento.

CULTURAS ALTERNATIVAS
Em Macedo de Cavaleiros há uma empresa que produz 250 toneladas de morangos por ano – uma alternativa.

Publicado em ‘ Jornal de Negócios’ 20 de Novembro de 2013.

OPA 2012: Orienta-te; Prepara-te; Atreve-te!

Older posts

© 2017 Notícias ESA

Theme by Anders NorenUp ↑