Notícias ESA

Blogue de notícias da Escola Superior Agrária de Bragança

Tag: análise sensorial

Curso de qualificação de provador

Curso de qualificação de provador

Objectivo

Qualificação de provadores em conformidade com a Norma Portuguesa EN ISO 8586:2014.

Provador:
Avaliação da capacidade sensorial de candidatos
Formação e treino básico sobre análise sensorial, técnicas de utilização dos órgãos dos sentidos e avaliação sensorial de produtos alimentares; Testes de deteção, triangulares e de ordenação com execução prática.

Formação em cinco semanas, às terças-feiras, das 15 às 17 horas, total de 8h30 de formação (Inicio a 10 de Abril).
Número mínimo/máximo de formandos: 12/18.
Preço: 20€
Emissão de diploma aos formandos com aproveitamento.

Provador qualificado

Formação avançada em reconhecimento de odores e sabores, identificação e utilização de descritores (perfis sensoriais), treino na utilização de escalas de resposta quantitativa. Especialização na utilização das competências adquiridas na avaliação do alimento do painel em que se afilie.

Requisito para frequência: Aproveitamento em curso de provador.
Painéis de afiliação: Queijo de pasta semidura/dura; Enchidos; Mel
Formação em 6 semanas, total de 8 horas de formação (Inicio 15 de Maio em horário a comunicar).
Número mínimo/máximo de formandos por painel: 3/6
Preço: 30€
Emissão de diploma aos formandos com aproveitamento.
Competências
Dependendo do nível de qualificação atingido, os provadores poderão:
Integrar painéis de provadores em empresas, desempenhando funções de controlo de qualidade sensorial e participar no desenvolvimento de novos produtos;
Participar em júris de concursos para produtos nos quais adquiriram competência;

Data limite para recepção de candidaturas: 06/04/2018.

Mais informação: las-esa@ipb.pt

Formulário de inscrição (MO-ITL01PRLAS01-01_V03). Depois de preenchida devolva por email para: las-esa@ipb.pt

Curso de seleção e qualificação de provadores

Curso de seleção e qualificação de provadores

Objectivo

Criar e manter painéis de provadores qualificados/peritos em três tipos de produtos: enchidos tradicionais ( alheira, chouriça e salpicão); queijos de pasta dura e mel.
Os painéis de provadores executarão ensaios de análise sensorial para métodos acreditados de acordo com a NP EN 17025:2005 e outros que estejam protocolados pelo Laboratório de Análise Sensorial.

Data limite para recepção de candidaturas – 31/03/2017

Processo de seleção e etapas de qualificação

A seleção de candidatos seguirá o que prevê a NP EN ISO 8586:2014, nomeadamente:
Os candidatos serão entrevistados e posteriormente submetidos a testes que avaliarão a acuidade sensorial com a realização de testes básicos de detecção à visão, sabor e cheiro.
Findo este processo os candidatos ficam a conhecer a sua acuidade básica e os que foram selecionados integrarão um grupo que frequentará um conjunto de sessões de capacitação/avaliação para padrões e referências sensoriais. No final desta fase, os candidatos aprovados ficam com a competência de PROVADOR.
Do grupo de provadores serão selecionados e formados painéis para os diferentes tipos de produtos . No final, os provadores bem sucedidos atingirão o grau de PROVADOR QUALIFICADO para o(s) produto(s) em que se qualificou.
O desenvolvimento das capacidades e competências culminam no grau de PERITO.

Competências

Dependendo do nível de qualificação atingido, os provadores poderão:

  • Integrar painéis de provadores em empresas, desempenhando funções de controlo de qualidade sensorial e participar no desenvolvimento de novos produtos;
  • Participar em júris de concursos para produtos nos quais adquiriram competência;
  • Participar em painéis de provadores para avaliação sensorial nos produtos em que se qualificaram.

Reconhecimento

O IPB emitirá certificados de qualificação para os participantes de acordo com o nível de qualificação atingido.

Ficha de inscrição

Descarregue a ficha de inscrição. Depois de preenchida devolva por email para:
las-esa@ipb.pt

© 2018 Notícias ESA

Theme by Anders NorenUp ↑