Notícias ESA

Blogue de notícias da Escola Superior Agrária de Bragança

Page 2 of 91

Festival de Sabores do Azeite Novo – Curso de Aperfeiçoamento de Prova de Azeites


No âmbito do XII Festival de Sabores do Azeite Novo, a APPITAD – Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Escola Superior Agrária de Bragança em colaboração com a Câmara Municipal de Mirandela, irão promover no dia 28 de Janeiro um Curso de Aperfeiçoamento de Prova de Azeites.

O objectivo principal desta acção é dar continuidade e aprofundar os conhecimentos adquiridos em formações anteriores, bem como provar azeites monovarietais de Trás-os-Montes e das 6 Denominações de Origem Protegida.

As inscrições deverão ser enviadas para o email festivalazeitenovo@gmail.com

IPB está a promover o primeiro painel de provadores de azeitona de mesa do país

O Instituto Politécnico de Bragança está a desenvolver o primeiro painel de provadores de azeitona de mesa do país. O Laboratório de Agrotecnologia da Escola Superior Agrária é solicitado por empresas e associações de produtores para analisar amostras de azeite e azeitona, de forma a controlar a qualidade destes produtos.

Conseguir completar um painel de provadores nem sempre é fácil, e por isso, o IPB está a aceitar inscrições de interessados em participar em formações de provadores.

Ser provador de azeite ou de azeitona de mesa pode não ser tarefa fácil.

Mas, há quem diga que depois de se entrar nesta área, toma-se o gosto e quer-se aperfeiçoar cada vez mais a técnica.

Maria José Miranda, professora do departamento de Biologia e Biotecnologia do Instituto Politécnico de Bragança, é provadora de carnes há mais de cinco anos e decidiu começar a integrar painéis de provadores de outro tipo de alimentos.

No ano passado, começou a provar azeitona mas, confessa que gosta mais de provar azeite.

“Já sou provadora de carne e azeitona. Depois comecei a participar nas sessões de provas de azeite e gostei muito. Costumo integrar diversos painéis de provas de produto alimentares no IPB. O último painel do qual fiz parte foi um de paté, no mês passado”, disse.

Muitos provadores têm o primeiro contacto com a profissão ao frequentar a licenciatura em Engenharia Alimentar. E depois da primeira sessão prática de avaliação de defeitos sensoriais de azeitona de mesa ou de provas de azeite, não hesitam em integrar um painel de provadores. É o caso de Francisca Ferraz, de 21 anos, natural de Braga.

“Vou-me inscrever como provadora. Desde uma aula que tivemos de prova sensorial de azeite que fiquei fascinada pela área do azeite e da azeitona.

Para se ser provador é necessário treinar durante várias sessões, como explica Nuno Rodrigues, investigador do Laboratório de Agrotecnologia.

Conseguir um painel formado por bons provadores, pode não ser tarefa fácil. “É difícil arranjar pessoas que provem bem mas, com o passar do tempo, as pessoas acabam por se habituar. É um treino exaustivo, são precisas muitas sessões para que as pessoas se comecem a habituar. Por vezes, estão habituadas a consumir produtos com defeito e associam aquilo que conhecem à boa qualidade”, referiu Nuno Rodrigues.

Actualmente, não é obrigatório submeter a azeitona de mesa a um painel de provadores que ateste a sua qualidade sensorial para poder comercializá-la mas os investigadores acreditam que passe a sê-lo em breve, sendo importante formar novos provadores.

Até ao próximo dia 13, o Instituto Politécnico de Bragança está a aceitar inscrições para novos cursos de provadores de azeite e de azeitona de mesa.

em Radio Brigantia

Curso de iniciação à Prova de Azeites

El ecossistema vitícola de La Rioja. Contenido y distribución de metales pesados en suelos de viñedo

Na próxima segunda-feira, dia 9 de janeiro, pelas 15 horas, irá decorrer na Sala Cave da ESAB uma palestra no âmbito do Programa ERASMUS+, intitulada “El ecossistema vitícola de La Rioja.  Contenido y distribución de metales pesados en suelos de viñedo”, proferida pela Prof. Dra. María Soledad Andrades Rodríguez, da Universidade da Rioja (Espanha).

Calendário de Exames 1º semestre 2016/2017

Calendário de Exames para o 1º semestre de 2016/2017 afixado na página Alunos ESA-IPB.

exames ESA-IPB

IX congresso ibérico de AGROENGENHARIA 2017

AgroEng2017

IX congresso ibérico de AGROENGENHARIA 2017

4 a 6 de setembro – Bragança – Portugal

esa.ipb.pt/agroeng2017

Exposição fotográfica: “Biodiversidade em Trás-os-Montes – aspetos da fauna silvestre”

O Centro Europe Direct do Instituto Politécnico de Bragança convida-o a estar presenta na inauguração da exposição fotográfica: “Biodiversidade em Trás-os-Montes – aspetos da fauna silvestre” no dia 15 de dezembro pelas 10h30 no espaço junto ao Auditório Dionisio Gonçalves da Escola Superior Agrária do IPB.

As preocupações da Comissão Europeia com o Ambiente estão desde há muito entre as suas principais prioridades de acção, o que se reflecte em diferentes medidas de política.

No Programa Geral da União para 2020 em matéria de Ambiente, o primeiro objectivo é o de “ Proteger o capital Natural da União Europeia”, com múltiplas medidas de acção que vão desde a protecção dos solos à qualidade da água que garantam o bom funcionamento dos ecossistemas. É dado particular ênfase à protecção da biodiversidade, impondo regras na condução das diferentes actividades produtivas, para que se minimize o seu impacto no funcionamento dos ecossistemas naturais. Vários estudos promovidos pela Comissão Europeia têm sido levados a cabo nos diferentes Estados Membros da U.E. com vista a uma monitorização e conhecimento dos diferentes ecossistemas bem como das principais ameaças que enfrentam e formas de limitar a perda de biodiversidade.

Com esta exposição fotográfica, pretendemos dar a conhecer elementos da fauna silvestre presente em diferentes ecossistemas da região de Trás-os-Montes. O público-alvo visado são os jovens, sobretudo os das escolas da nossa região. Visam-se ações de divulgação/ sensibilização e estudo onde os alunos possam ser alertados para a diversidade da fauna existente localmente (alguma da qual porventura até já conheçam). Ao interessá-los por estas questões através de um acervo fotográfico de qualidade, com imagens apelativas de diferentes espécies do reino animal nos seus habitats, e com pequenos textos informativos sobre as características e os hábitos dos diferentes animais apresentados, pretende-se promover o seu interesse e sensibilidade por estas questões e possibilitar o início do estudo de tópicos cruciais para a conservação da natureza.

A Pesquisa de Pequenas Cidades em Áreas Não-metropolitanas

“A Pesquisa de Pequenas Cidades em Áreas Não-metropolitanas.”

Oradora: Profa. Doutora Ângela Maria Endlich, da Universidade Estadual de Maringá, Paraná, Brasil

Data e Horário: 14 de Dezembro de 2016 das 16:00 – 17:30

Local: Auditório Pequeno ESA-IPB

workshop prático Recuperação de Animais Silvestres

Leguminosas: conferência comemorativa do ano internacional das leguminosas

Leguminosas: conferência comemorativa do ano internacional das leguminosas

Data: Quarta-feira, 30 de Novembro
Horário: 15h00 ás 18h00
Local: Auditório Pequeno da Escola Superior Agrária de Bragança – IPB

Programa:

1ª período
15h00-15h20 Ana Carvalho: “Leguminosas, saberes e usos tradicionais. Uma perspectiva etnobotânica”
15h25-15h45 Carlos Aguiar: “Taxonomia de leguminosas: um ponto da situação”
15h50-16h10 João Tereso: “Uma grande viagem: a domesticação e expansão das leguminosas, desde o Próximo-Oriente à Península Ibérica”
16h15-16h30 Discussão 1.
16h30-16h40 Intervalo
2º período
16h40-17h00 Manuel Ângelo Rodrigues, Rosalino Viegas, Margarida Arrobas: “Portugal pode aumentar o cultivo de leguminosas?”
17h05-17h25 Jaime Pires: “Leguminosas na produção animal”
17h30-17h50 Luana Fernandes: “Uma perspectiva nutricional”
17h50-18h00 Discussão 2

Entrada livre

Leguminosas: conferência comemorativa do ano internacional das leguminosas

Leguminosas: conferência comemorativa do ano internacional das leguminosas

Feijões, lentilhas, grão-de-bico, ervilhas – entre outros, estes alimentos têm merecido uma atenção pouco usual em 2016, depois de este ter sido declarado pela ONU como o Ano Internacional das Leguminosas. O objectivo principal deste destaque é informar a sociedade civil sobre os seus benefícios nutricionais – ricas em proteínas, controlam e previnem algumas doenças – e ecológicos – fixam nitrogénio nos solos, contribuindo para a sua correcção e fertilidade – que, consequentemente, se traduzem num imenso potencial para melhorar a saúde das populações e a sustentabilidade da produção alimentar.

No sentido de contribuir para esta iniciativa, a Palombar juntou-se ao Centro de Investigação de Montanha (CIMO – IPB), ao Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CiBio) e à Sociedade Portuguesa de Pastagens e Forragens (SPPF) para organizar o Encontro “Leguminosas, da Terra à Mesa – Perspectivas Multidisciplinares”.  Este decorrerá durante a tarde de dia 30 de Novembro, no Instituto Politécnico de Bragança, e contará com a presença de especialistas em diversas áreas.

« Older posts Newer posts »

© 2017 Notícias ESA

Theme by Anders NorenUp ↑