Notícias ESA

Blogue de notícias da Escola Superior Agrária de Bragança

Page 2 of 91

Sistemas Agroflorestais: uma Herança com Futuro

http://esa.ipb.pt/saf2017/

Curso de seleção e qualificação de provadores

Curso de seleção e qualificação de provadores

Objectivo

Criar e manter painéis de provadores qualificados/peritos em três tipos de produtos: enchidos tradicionais ( alheira, chouriça e salpicão); queijos de pasta dura e mel.
Os painéis de provadores executarão ensaios de análise sensorial para métodos acreditados de acordo com a NP EN 17025:2005 e outros que estejam protocolados pelo Laboratório de Análise Sensorial.

Data limite para recepção de candidaturas – 31/03/2017

Processo de seleção e etapas de qualificação

A seleção de candidatos seguirá o que prevê a NP EN ISO 8586:2014, nomeadamente:
Os candidatos serão entrevistados e posteriormente submetidos a testes que avaliarão a acuidade sensorial com a realização de testes básicos de detecção à visão, sabor e cheiro.
Findo este processo os candidatos ficam a conhecer a sua acuidade básica e os que foram selecionados integrarão um grupo que frequentará um conjunto de sessões de capacitação/avaliação para padrões e referências sensoriais. No final desta fase, os candidatos aprovados ficam com a competência de PROVADOR.
Do grupo de provadores serão selecionados e formados painéis para os diferentes tipos de produtos . No final, os provadores bem sucedidos atingirão o grau de PROVADOR QUALIFICADO para o(s) produto(s) em que se qualificou.
O desenvolvimento das capacidades e competências culminam no grau de PERITO.

Competências

Dependendo do nível de qualificação atingido, os provadores poderão:

  • Integrar painéis de provadores em empresas, desempenhando funções de controlo de qualidade sensorial e participar no desenvolvimento de novos produtos;
  • Participar em júris de concursos para produtos nos quais adquiriram competência;
  • Participar em painéis de provadores para avaliação sensorial nos produtos em que se qualificaram.

Reconhecimento

O IPB emitirá certificados de qualificação para os participantes de acordo com o nível de qualificação atingido.

Ficha de inscrição

Descarregue a ficha de inscrição. Depois de preenchida devolva por email para:
las-esa@ipb.pt

PREDMICRO2017

Modern Predictive Microbiology Analysis and Tools for Ensuring Food Safety – PREDMICRO2017

This is an intensive two-day workshop to provide participants with an excellent opportunity to update their knowledge on the computational tools and trends for ensuring the microbiological safety of food products.

Two approaches for mathematically representing the kinetics of microorganisms in foods will be taught: the classical static modelling and the novel dynamic modelling, including a special section of microbial competition dynamics.

The workshop contains a moderate component of mathematical modelling using the R software so that participants are given the necessary tools to address their particular research problems. In addition, the participants will be shown how to solve regular industry problems by exploiting the capabilities of a ready-to-use software tool, the Integrated Predictive Modelling Program (IPMP) developed at the Agricultural Research Service, USDA.

Overall, the workshop is intended to allow participants to apply modern microbial modelling techniques for:

  • the characterisation of microbial kinetics in foods, – the efficient design of predictive microbiology experiments,
  • the assessment of the interactions between pathogens and background microflora,
  • the formulation of foods with intrinsic barriers, and
  • the design/assessment of intervention processes that ensure safety of foods.

Website: http://esa.ipb.pt/predmicro2017/

III Encontro MilkPoint Pequenos Ruminantes

Job Party

Job Party

O Gabinete de Empreendedorismo e Empregabilidade do IPB realiza, na próxima quinta, dia 16 de março, às 14h30m, no auditório Dionísio Gonçalves, um workshop que pretende contribuir para a melhor preparação e integração dos alunos no mercado de trabalho. Trata-se de uma ótima oportunidade para saber mais sobre o que as empresas esperam dos candidatos a ofertas de trabalho.

Programa:

14h30 – Recepção/ Boas Vindas e entrega do Kit Participante

14h45 – Kit Europass – Vem fazer um CV imbatível e Prepara-te para uma entrevista de emprego.

Orador: Dr.ª Catarina Oliveira – EUROPASS

15h30 – Intervalo

15h45 – Workshop Softskills – Treina as 5 competências mais valorizadas pelo Mercado de Trabalho

Orador: Dr.ª Cristina Carita – Forum Estudante

16h30 – Sistemas de Incentivo ao Emprego

Orador: Dr. José Fidalgo – IEFP

17h00 Encerramento

Entrada livre mediante inscrição.
Inscrições aqui: https://goo.gl/forms/B3we5gIEwvHxLsUR2

Mais se informa que, por indicação da Direção da ESA-IPB, as faltas serão justificadas mediante a entrega do certificado de participação ao docente da UC.

Horários 2º semestre 2016/17

Publicados na página da Escola Superior Agrária – IPB os horários para o 2º semestre de 2016/17

FlorNext – Simulador de crescimento e de gestão das florestas do Nordeste Transmontano

FlorNext – Simulador de crescimento e de gestão das florestas do Nordeste Transmontano

A Escola Superior Agrária e o Centro de Investigação de Montanha do IPB convidam todos os interessados a participarem na 2ª edição do Workshop “FlorNext – Simulador de crescimento e de gestão das florestas do Nordeste Transmontano” a realizar no dia 22 de fevereiro de 2017 entre as 14h30 e as 16h30, na Escola Superior Agrária de Bragança, Campus de Sta. Apolónia, Bragança.

O Workshop FlorNext é uma oportunidade para aprender a utilizar esta ferramenta na avaliação do crescimento e produção das florestas do Nordeste e na gestão das mesmas. FlorNext é uma das ferramentas de modelação florestal desenvolvidas pelo IPB especificamente para a região do Nordeste Transmontano no âmbito do projeto SIMWOOD.

As inscrições são grátis e não é necessário possuir conhecimentos prévios sobre ciências florestais.

Mais informações e inscrições em: http://flornext.blogspot.pt/

Palestra – Arborização Urbana no Brasil

“Arborização Urbana no Brasil. Diversidade biológica e suas várias contribuições para as cidades – da teoria à prática”
Orador: Prof. Doutor Fernando Periotto, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Brasil.

Data e Horário: 7 de Fevereiro de 2017 das 16:00 – 17:30
Local: Auditório Pequeno

Festival de Sabores do Azeite Novo – Curso de Aperfeiçoamento de Prova de Azeites


No âmbito do XII Festival de Sabores do Azeite Novo, a APPITAD – Associação de Produtores em Protecção Integrada de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Escola Superior Agrária de Bragança em colaboração com a Câmara Municipal de Mirandela, irão promover no dia 28 de Janeiro um Curso de Aperfeiçoamento de Prova de Azeites.

O objectivo principal desta acção é dar continuidade e aprofundar os conhecimentos adquiridos em formações anteriores, bem como provar azeites monovarietais de Trás-os-Montes e das 6 Denominações de Origem Protegida.

As inscrições deverão ser enviadas para o email festivalazeitenovo@gmail.com

IPB está a promover o primeiro painel de provadores de azeitona de mesa do país

O Instituto Politécnico de Bragança está a desenvolver o primeiro painel de provadores de azeitona de mesa do país. O Laboratório de Agrotecnologia da Escola Superior Agrária é solicitado por empresas e associações de produtores para analisar amostras de azeite e azeitona, de forma a controlar a qualidade destes produtos.

Conseguir completar um painel de provadores nem sempre é fácil, e por isso, o IPB está a aceitar inscrições de interessados em participar em formações de provadores.

Ser provador de azeite ou de azeitona de mesa pode não ser tarefa fácil.

Mas, há quem diga que depois de se entrar nesta área, toma-se o gosto e quer-se aperfeiçoar cada vez mais a técnica.

Maria José Miranda, professora do departamento de Biologia e Biotecnologia do Instituto Politécnico de Bragança, é provadora de carnes há mais de cinco anos e decidiu começar a integrar painéis de provadores de outro tipo de alimentos.

No ano passado, começou a provar azeitona mas, confessa que gosta mais de provar azeite.

“Já sou provadora de carne e azeitona. Depois comecei a participar nas sessões de provas de azeite e gostei muito. Costumo integrar diversos painéis de provas de produto alimentares no IPB. O último painel do qual fiz parte foi um de paté, no mês passado”, disse.

Muitos provadores têm o primeiro contacto com a profissão ao frequentar a licenciatura em Engenharia Alimentar. E depois da primeira sessão prática de avaliação de defeitos sensoriais de azeitona de mesa ou de provas de azeite, não hesitam em integrar um painel de provadores. É o caso de Francisca Ferraz, de 21 anos, natural de Braga.

“Vou-me inscrever como provadora. Desde uma aula que tivemos de prova sensorial de azeite que fiquei fascinada pela área do azeite e da azeitona.

Para se ser provador é necessário treinar durante várias sessões, como explica Nuno Rodrigues, investigador do Laboratório de Agrotecnologia.

Conseguir um painel formado por bons provadores, pode não ser tarefa fácil. “É difícil arranjar pessoas que provem bem mas, com o passar do tempo, as pessoas acabam por se habituar. É um treino exaustivo, são precisas muitas sessões para que as pessoas se comecem a habituar. Por vezes, estão habituadas a consumir produtos com defeito e associam aquilo que conhecem à boa qualidade”, referiu Nuno Rodrigues.

Actualmente, não é obrigatório submeter a azeitona de mesa a um painel de provadores que ateste a sua qualidade sensorial para poder comercializá-la mas os investigadores acreditam que passe a sê-lo em breve, sendo importante formar novos provadores.

Até ao próximo dia 13, o Instituto Politécnico de Bragança está a aceitar inscrições para novos cursos de provadores de azeite e de azeitona de mesa.

em Radio Brigantia

« Older posts Newer posts »

© 2017 Notícias ESA

Theme by Anders NorenUp ↑